Selo Mulheres Libertas

Apoio ao Consumidor

O Selo Mulheres Libertas é uma iniciativa do TJMG com apoio da  CDL/BH para reconhecer pessoas, empresas e instituições que, por meio de trabalhos e projetos, contribuem para:
 
- Prevenir e combater a violência contra mulher no âmbito das relações domésticas e familiares;
- Alcançar a igualdade de gênero;
- Empoderar mulheres e meninas.
 
O nome Mulheres Libertas foi pensado para fazer referência direta ao estado de Minas Gerais e também para evocar o conceito de libertação das mulheres  da situação de violência, por meio de projetos que as empresas possuem ou irão desenvolver.
 
Objetivos:
 
- Conquistar adeptos e apreciadores da campanha.
- Tornar o selo conhecido pela população de Minas Gerais.
- Atrair o interesse de empresas em possuir o selo e, como consequência, despertar o interesse de empresas em adotar posturas em defesa das mulheres vítimas de violência doméstica. 
 
Público: 
 
- Empresas que possuam projetos em defesa de mulheres vítimas de violência e também aquelas que ainda não possuem, mas tem esse interesse. 
- Pessoas interessadas em causas sociais, principalmente no combate à violência contra a mulher.
 
Como se inscrever:
 
Para receber o selo, as pessoas físicas ou jurídicas, com atuação no setor público ou privado, bem como ONGs, devem apresentar trabalhos e projetos inseridos no âmbito de atividades trabalhistas, empresariais e educacionais.
 
A candidatura deve ser apresentada por meio do preenchimento do formulário contido no Anexo II da Portaria Conjunta 1162/2021, (Clique AQUI para ter acesso ao formulário) com posterior envio ao endereço eletrônico comsiv@tjmg.jus.br.
 
Devem ser apresentados formulário de candidatura ao selo, o resumo do projeto, com a identificação de seus objetivos, de sua estrutura e metodologia, além de cópia dos documentos de identificação da pessoa física ou jurídica que o promove, bem como dos respectivos sócios, no caso de sociedade empresarial.
 
A outorga do selo será realizada mediante o julgamento de, no mínimo, 2 (dois) membros integrantes da Comsiv.  O resultado consistirá na atribuição de notas tendo como parâmetros se o objetivo do selo foi atingido.
 
Se atingidos 70 pontos, o projeto será recomendado e encaminhado à Comsiv para deliberação.
 
Participe e obtenha o seu selo Mulheres Libertas!
 
 

Notícias Recentes

Aprovação dos comerciantes sobre realização do Dia Livre de Impostos é destaque na mídia
18/06/2021 -
Fique por dentro das notícias desta sexta-feira, dia 18 de junho
6 ideias para tornar o negócio mais sustentável
17/06/2021 - Apoio ao Comércio
"Comércio de rua de BH registra melhora"
17/06/2021 -
Leia esta e outras notícias no clipping desta quinta-feira, dia 17 de junho

Seja um Associado »

Nossos Produtos

Score Saiba qual a probabilidade do consumidor tornar-se inadimplente nos próximos 3 ou 12 meses.
Espaço para eventos Três amplos salões e um auditório com 300 lugares para a realização de qualquer tipo de evento
Consultas Confirme os dados cadastrais e a análise de crédito de consumidores, empresas e grupos econômicos de todo o país

... Carregando...